Fairy Tail Walker

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Ter Fev 04, 2014 10:29 pm
Últimos assuntos
» Controle de Chaves Estelares
Qui Abr 17, 2014 12:07 am por Miya T. Akiyama

» Controle de Personagens
Qui Abr 17, 2014 12:01 am por Miya T. Akiyama

» Entrada de Kaori
Sab Mar 22, 2014 10:18 pm por Asuna T. Kurosaki

» [Magic changes] Meru
Sab Mar 22, 2014 5:58 pm por Sayuri Baka

» Pedido de quest: Tio Loki
Sex Mar 21, 2014 6:25 pm por MeruMeru

» Missões - Meru
Sex Mar 21, 2014 1:21 pm por Asuna T. Kurosaki

» Mudanças de Ficha - Meru ~OuO~
Qui Mar 20, 2014 11:52 pm por Asuna T. Kurosaki

» Entrada de Rurushu na FT
Qui Mar 20, 2014 7:10 pm por Ryuuko

» Entrada - Meru
Qua Mar 19, 2014 7:00 pm por MeruMeru

» Entrada na Fairy Tail
Qua Mar 19, 2014 12:53 pm por Uriel Elion

Os membros mais ativos da semana

Parceiros
Guilds

    Guildas Oficiais
  • Fairy Tail - 8/14 Membros
  • Blue Pegasus - 2/14 Membros
  • Lamia Scale - 2/14 Membros
  • Sabertooth - 8/14 Membros
  • Mermaid Heel - 9/14 Membros

Dark Guils

    Guildas das Trevas
  • Tartarus - 3/9 Membros
  • Oración Seis - 2/6 Membros
  • Grimoire Heart - 1/9 Membros
  • Raven Tail - 2/14 Membros


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Missões] ~ Thomas Ross

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Missões] ~ Thomas Ross em Ter Fev 04, 2014 4:19 am


You can call me... Hell


Missão:

Nome: Help on restaurant
Rank: D
Descrição: Um dono de um famoso restaurante está com um de seus garçons de atestado. Ele já procurou por toda parte mas não encontra ninguém qualificado para o grade jantar que está marcado com um ídolo da música POP. É dever do mago servir o ídolo e o entretê-lo enquanto aguarda seus pratos.
Recompensa: 100.000 J
Link do Carimbo: Link



A Estrada para o Sucesso...


Após sair da guilda, já com a missão carimbada, a primeira coisa a fazer era saber a localização exata do restaurante. Assim desenrolava o papel e aos poucos e poucos começava a ler.
- "Hmm... Aham... Parece que é já ali à frente, daqui a alguns metros." - dizia a Baxter, que se refastelava no seu ombro.
Ao chegar ao Restaurante podia ver um letreiro vermelho que dizia "Le Biscuit". Com certeza era o nome do estabalecimento. Logo o jovem mago adentrava porta a dentro.
- "Bom dia, sou Thomas, o mago que veio para substituir o chefe..."
Alguém lhe respondia.
- "Oh, aí estás tu! Estávamos à tua espera! Vem, aproxima-te."
Após ouvir estas palavras ele adentrava pela cozinha.
- "Então, o que devo fa-" - as suas palavras foram interrompidas pelo seu espanto. Os seus olhos abriram mais do que era normal e o seu queixo caiu. Naquela cozinha não havia ordem, estava tudo um caos... Pratos sujos sem serem lavados, todos a correr de um lado para o outro. Thomas se recompôs.
- "Parem todos! Temos de pôr alguma ordem nisto! É isto  que acontece quando o chefe falta? Vá lá, vocês aí, começem a lavar os pratos" - dizia apontando para 3 homens vestidos de branco - "E vocês, comecem a cozinhar! Vá lá, todos a trabalhar! Temos de ter tudo limpo e arranjado para quando o ídolo chegar.".
Alguns minutos depois o ídolo chegava, trazendo consigo dois guarda costas. O garoto, agora o novo chefe do restaurante, pedia a uma das empregadas que desse a ementa ao mesmo. Segundos depois a senhora viria com um pequeno bloco na mão, onde tinha apontado o que o ídolo queria jantar, entregando-a a Thomas.
- "Ok... Duas douradas fritas com oregãos e uma soupa de esparguete. Vocês sabem o que fazer, não me desiludam!" - dizia num tom alto, tentando impor respeito.

----------------------------------------------------------------------------

Com os pratos já prontos era hora de os levar. Thomas ia encarrgar-se pessoalmente de fazer isso. Pegando nos pratos e num tabuleiro levava o jantar requintado ao seu cliente.
- "Boa noite Monsieur, aqui está o que pediu." - dizia, pousando a comida na mesa - "Vai querer um copo de  vinho? Temos dos melhores."
- "Sim por favor, queria um copo do melhor vinho do restaurante." - respondia o cliente.
- "Claro meu senhor." - dizia, enquanto se afastava da mesa - "Clarissa, um copo do melhor vinho do restaurante por favor."
Clarissa vasava o vinho para dentro do copo e entregava-o a Thomas.
- "Aqui está." - dizia, pousando-o também em cima da mesa - "Gostaria de algum entretenimento? Nós somos conhecidos por ter um dos melhores entretenimentos pelo jantar."
- "Claro."
Thomas colocava o seu cajado no chão, equilibrando-o habilmente. Após isto esticava as mãos e fazia levitar uma parte da água que se encontrava no jarro das flores, moldando-a na forma de vários animais e fazendo-os andar em volta da mesa, como que um jogo. Um sorriso podia ser visto na cara do ídolo. Após acabar de comer o senhor despedia-se pagando ao balconista.
Thomas então reunia-se com a equipa de cozinha.
- "Conseguimos deixar o ídolo feliz, foi um trabalho excelente! Agora tenho de ir... Continuem assim e vão longe!".
Após proferir estas palavras o garoto saia do restaurante, de volta para o seu quarto onde iria ter uma merecida noite de sono.

Status:


Hp:100
Mp:120

Técnicas Utilizadas:



Nome: Water Control lvl1
Rank: D
Ataque: -
Defesa: -
Alcance e Velocidade:
- Alcance: 10m2 tendo centro no usuário
- Velocidade: 17m/s
Duração: 2 posts
Gasto: 30 + 5 para manter
Descrição: Com esta técnica Thomas pode controlar até 50cl de água (água dentro de uma garrafa de água pequena) à sua vontade, podendo dar-lhe formas, sem fim de ataque ou defesa.
Observações: A forma da água é decidida por Thomas  no momento.

thanks lari @ cg!



Última edição por Thomas Ross em Qui Fev 06, 2014 10:56 pm, editado 2 vez(es)


_________________
Thomas Ross
How much weight can carry a simple promise?
CG @

Ver perfil do usuário

2 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Ter Fev 04, 2014 12:16 pm

APP
Poste no Banco para receber sua recompensa


_________________
I Love My Boyfriend, Dora-Chan
credits BG@
Ver perfil do usuário

3 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Ter Fev 04, 2014 5:31 pm




"You can call me Hell"



Missão:

Nome: The petty street
Rank: D
Descrição: Uma menina muito mesquinha precisa ir a casa de sua avó, mas pelo caminho há muitas poças d'água, locais escuros, etc. Ela não quer ir sozinha, por isso é dever do mago à levar em segurança até lá.
Recompensa: 100.000J


Alguns dias tinham passado desde que Thomas tinha feito uma missão. Nunca a esqueceria, a sua primeira missão. Seria assim que iria ganhar a vida, tal como todos os outros magos, bem, pelo menos até se tornar braço direito do Master, mas até lá ainda tinha uma grande jornada pela frente. Saía da guild, acompanhado de Baxter no seu ombro, com o papel da missão na sua mão. Logo o desenrolava e começava a ler.
- "Parece que a menina mora a alguns quilómetros daqui, ainda temos muito que andar Bax." - dizia o garoto ao seu animal.
Uma hora depois tinham chegado à casa da menina. Rapidamente batiam à porta.
- "Bom dia, alguém aí? Sou eu o mago contratado para levar uma menina à casa da sua avó." - dizia ele com um tom de voz alto o suficiente para poder ser ouvido do outro lado da porta.
Segundos após isto uma menina com caracóis cor de ouro abria a porta.
- "És tu que me vais levar? Pff, pensei que fosse um mago a sério." - respondia com um ar de desprezo e arrogância.
- "Sim sou eu... Vamos lá baixinha que já está a ficar de noite..." - dizia Thomas, tentando ter um ar de superioridade e respeito para com ela.
Alguns minutos depois chegaram a uma floresta.
- "Tens fome?" - perguntava o garoto.
- "Sim, um pouco" - respondia ela
- "Sou o Thomas, e o teu nome qual é?"
- "Chamo-me Sofia."
Após a conversa sentaram-se perto de uma grande árvore, ao luar. Thomas agarrava na boneca e retirava alguns doces, dando-os à menina. Os olhos de Baxter reluziam em direção às bolachas então o jovem mago ao vê-lo dava-lhe uma bolacha.
- "Vamos lá, comam rápido, ainda temos muito que andar."
Depois de comerem punham-se de novo a caminho. Alguns minutos se passaram e uma grande poça de água podia ser avista metros à frente.
- "Ewww, não quero sujar o meu vestido novo." - dizia Sophia enojada.
Thomas revirava os olhos e baixava-se - "Vá lá, sobe nas minhas costas".
Atravessavam a poça fazendo com que a roupa do jovem mago ficasse encharcada até aos joelhos. Já era completamente de noite e como de costume os pirilampos começavam a sair das suas árvores, fazendo espetáculos espantosos no ar. Sophia ria feliz com aquilo tudo, e assim fazia Thomas. Os dois estavam felizes.
- "Oh, parece que a casa da tua avó é já ali." - presumia Thomas pois era parecia à da imagem desenhada na folha da missão.
- "Sim, é já ali."
Chegando à casa a menina despedia-se de Thomas e ele dela. O garoto voltava para trás, pensando que teria de se molhar outra vez, mas valeria a pena pois iria para casa.

Status:

Hp: 100/100
Mp: 150/150


tagged: everybody wearing: this! notes: none




_________________
Thomas Ross
How much weight can carry a simple promise?
CG @

Ver perfil do usuário

4 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Ter Fev 04, 2014 6:57 pm

Off: Missão aprovada!


_________________
Magia | Magia Secundária
Ver perfil do usuário

5 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Ter Fev 04, 2014 7:30 pm




"You can call me Hell"



Missão:

Nome: School attacker
Rank: C
Descrição: Um mago rank C ameaçou invadir uma escola de magos novatos, que ainda estão aprendendo a usar magias. A escola está vazia no momento, mas ele pretende causar grandes estragos a ela, caso ninguém o impeça. Acho que seu objetivo aqui é óbvio não? Capture-o.
Recompensa: 200.000J

Ainda era noite quando Baxter o acordou. Thomas abria os olhos e com a visão ainda um pouco olhava para o hamster, que saltava em cima de uma folha. Com um gesto o garoto pegava na folha com uma mão e com a outra esfregava os olhos, tentando desembaciar a visão para poder ler o que estava escrito nela. Esta era a folha da missão carimbada no dia anterior.
Na parede do seu quarto eram refletidas luzes vermelhas e azuis que vinham através da janela, acompanhadas de um som um pouco peculiar. Parecia ser um som de ambulância, isso explicaria o porque das luzes.
Thomas vestia-se rápido e saía pela porta da Guild para ver o que se passava. Ao chegar perto do veículo via que este se encontrava em frente a uma escola, e, lembrando-se da sua missão vai para perto de um senhor que estava por ali.
- "O que se está a passar?" - perguntou ele.
- "Um mago entrou na escola e está a destruir tudo, que Deus nos ajude!" - respondia o senhor um pouco enervado.
- "Eu vou, fui destacado para esta missão" - dizia Thomas.
Sem mais demoras o garoto entrava na escola. Estava tudo escuro e não se podia ver nada, além de uma luz laranja ao fundo do corredor. Ao ver a luz começou a correr em direção à mesma para encontrar um adolescente a queimar o salão de festas.
- "Hey tu aí, chega de destruir esta escola, o teu oponente a partir de agora sou eu".
O mago de fogo olhava rapidamente para Thomas com uma expressão de fúria na face. Thomas tinha deixado Baxter no quarto, assim como a boneca dos doces, pois sabia que iria ser perigoso.
- "Parece que estás em desvantagem meu amigo." - dizia o jovem mago, colocando o seu cajado no chão e assim fazendo com que água fosse formada naquele local. Começava a levantar os braços e com eles também a água se elevava, formando 8 braços de polvo em volta do mesmo.
Começava por apagar os fogos dos bancos de madeira e do palco, deixando apenas uma cadeira queimar para poder ver onde estava. Ao extinguir os fogos vapor era libertado, enevoando o local. Segundos depois uma luz laranja parecia aproximar-se do Thomas. Era uma bola de fogo lançada pelo seu oponente. Com um gesto firme dos seus braços um tentáculo de água protegia o jovem mago, destruindo o tentáculo. Os extintores de incêndio disparavam devido ao fumo que o fogo da cadeira espalhava no ar. Com a água a cair Thomas juntava-a aumentando a rigidez dos seus braços de polvo. Logo, com um movimento firme chicoteava o seu oponente com toda a sua força, fazendo-o cair inconsciente no chão.
Rapidamente apagava os fogos restantes e saia da escola com o delinquente às costas, entregando-o à policia que tinha acabado de chegar. Logo voltava para o seu quarto.

Status:

Hp: 100/100
Ck: 60/150


Técnicas Utilizadas:



Nome: Octopus Form lvl1
Rank: C
Ataque: 90
Defesa: Até rank B
Alcance e Velocidade:
- Alcance: 10m
- Velocidade: 17m/s
Duração: Imediata
Gasto: 60
Descrição: Thomas coloca o seu cajado no chão, com a parte de baixo virada para este e estende os seus braços em direção ao chão, formando assim alguma água naquele lugar. Á medida que os levanta a água sobe, até se formar um circulo em volta dele, com esta ainda tocando o chão. Ainda controlando a água, Thomas forma uma espécie de braços de polvo, sendo oito na totalidade. Thomas pode controlar os braços tanto para a atacar o oponente como para defender-se a si mesmo.
Observações: Os braços têm 50cm de diâmetro.




tagged: everybody wearing: this! notes: none




_________________
Thomas Ross
How much weight can carry a simple promise?
CG @

Ver perfil do usuário

6 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Ter Fev 04, 2014 9:57 pm

Miya T. Akiyama

avatar
Mestra da Guilda
Mestra da Guilda
Aprovado


_________________


Strong
Determination
Courage





Sekai de Ichiban Ohime-sama
The manipulative of Imagination and Illusions Miya Tenshi Akiyama Guild Master of Mermaid Hells


Ver perfil do usuário

7 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 2:40 pm


You can call me Hell


Missão:
Nome: Vulcan Attack
Rank: C
Descrição: Um pequeno vilarejo a leste de Fiore esta tendo sua paz perturbada por um bando de Vulcanos da floresta. Eles estão a dias roubando suas comidas, destruindo suas casas, fazendo um caos na vizinhança. Desesperados, os moradores pedem nesta missão para que vão até eles ajuda-los a recuperar sua paz. Nota que eles não querem a morte dos Vulcanos, pois são a favor da vida, querem que descubram o motivo de sua inquietude e restaurem a harmonia do vilarejo com a floresta.
Recompensa: 200.000 J
Thomas tinha acabado de chegar num vilarejo, situado a lest de Fiore. As pessoas estavam sendo perturbadas pois um grupo de Vulcanos da floresta têm andado a roubar as suas comidas, a destruir as suas casas, enfim, criando um caos na vizinhança. A missão do jovem mago era descobrir o motivo da inquietude daquele bando de animais.
Thomas via algumas pessoas a gritar, talvez de medo, talvez de desespero, então correu para as socorrer, quando se deparou com um Vulcano destruindo um barraco de alguém e carregando sacos às costas. Toda a sua pelagem era verde, com exceção do tronco e da cara, que eram roxos. Também tinha umas formas peculiares de corações nos ombros.
- "Hey tu aí larga já esses sacos!" - dizia por cima de um pequeno riso pois aqueles corações tiravam toda a seriedade do monstro.
O Vulcano pousa um dos sacos e tenta desferir um golpe com a perna no mago. Este rapidamente aponta os braços para o céu, e, após formar um circulo mágico um escudo de um liquido incolor aparecia em volta dele, protegendo-o contra o golpe desferido e queimando levemente a perna do seu oponente. Logo o Vulcano soltava alguns gritos e fugia com alguns dos sacos para dentro da floresta.
Era evidente que esta era uma oportunidade única então simplesmente seguia-o silenciosamente.
Alguns minutos depois chegava ao covil dos Vulcanos e via os sacos perto de uma fogueira. Os animais estavam todos a abri-los e lá dentro podiam ser vistas a cair algumas sementes, que eles fritavam e comiam. Agora tudo fazia sentido, os Vulcanos daquela região evitavam comer humanos então roubavam as sementes para se alimentarem.
Thomas logo saltava para o meio dos animais.
- "Olá, eu venho em paz... Eu sei que vocês podem comunicar com os humanos e agora entendi o porquê de vocês roubarem as sementes. Vocês alimentam-se delas certo?"- dizia calmamente, sem querer arranjar alguma luta.
- "Sim, nós evitamos comer os humanos então temos de roubar" - respondia um dos muitos Vulcanos do grupo.
- "Entendo mas talvez possam negociar com os moradores da vila. Vamos lá, eu ajudo-vos" - dizia Thomas enquanto caminhava de novo para a vila.
Chegando à vila com os Vulcanos as pessoas começaram a fugir mas Thomas logo as acalmou e explicou-lhes a situação. Assim os animais e os humanos fizeram um acordo onde os Vulcanos não comeriam nenhum morador e em troca teriam de lhe dar sementes.
Com tudo feito Thomas voltava para a guilda.

Status:

Hp: 130/130
Mp: 260/320

Técnicas Utilizadas:


Nome: San Baria (酸·バリア, Acid Barrier)
Rank: C
Tipo: Defesa
Efeito:
Ataque: ~x~
Defesa: Até rank B
Suporte: ~x~
Alcance e Velocidade:
- Alcance: 4m, 360º graus.
- Velocidade: 20m/s
Duração: 2 posts
Gasto: 60 (+10 para manter)
Descrição: Estendendo os seus braços para o céu, paralelos um ao outro e formando uma espécie de triângulo com os dedos pulgar e indicador Thomas cria um circulo mágico que aparece por cima dele. Por cima do circulo mágico é invocada uma esfera de ácido que, à medida que os braços de Thomas vão baixando, se expalha por todos os lados, formando uma cupula ácida em volta do seu usuário.
Observações:
O ácido da barreira tem uma densidade maior, podendo formar assim uma barreira quase sólida.
O ácido invocado não é muito corrosivo, fazendo  com que quem toque na barreira sofra uma queimadura de primeiro grau ou, no caso de algo inflamável, comece a arder.
A barreira tem um diâmetro de 3m, seja na vertical seja na horizontal.


thanks lari @ cg!  


_________________
Thomas Ross
How much weight can carry a simple promise?
CG @

Ver perfil do usuário

8 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 2:58 pm

Yamato'

avatar
Andarilho
Andarilho
Aprovo.

Ver perfil do usuário

9 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 3:32 pm

Thomas Ross escreveu:

You can call me Hell


Missão:
Nome: Safe Trip
Rank: C
Descrição: Katy é uma bela donzela pertencente a uma família da alta sociedade de Fiore. Seus pais haviam a mandado para uma viagem até as ilhas próximo ao reino, Katy possui um encanto extraordinário sobre os seres vivos, e por isso resolveu ir para a ilha cuidar e conhecer dos animais que vivem lá. Agora, Katy quer voltar para mostrar suas documentações aos demais moradores de Fiore. E seus pais, sendo super protetores, pedem esta missão para que um mago a traga em segurança sã e salva.
Recompensa: 200.000 J
Thomas tinha acabado de chegar ao porto. Logo avistava o barco que o levaria para aquela bela ilha onde encontraria a bela donzela, Katy. Entrava no barco e algumas horas depois chegava à ilha. Este local era dotado de uma beleza extraordinária. Prados verdejantes, árvores com belas folhas, animais por todos os lados, na água, no ar e também no solo. Thomas podia agora perceber o porquê de Katy ter ido para aquela ilha. Seria um ótimo local para relaxar e conviver com a Natureza. Mas não era essa a missão de Thomas. A sua missão era levar a princesa para o continete, sã e salva, com toda a segurança possivel.
Após olhar para toda a ilha via uma bela jovem carregada de malas a andar em direção ao barco então aproximava-se dela.
- "Olá, és a Katy?" - perguntava ele docemente.
- "Sim, sou eu. És tu o mago que me vai escoltar até ao continete?" - respondia ela
- "Sim, vamos lá, parece que o céu está a escurecer."
Após esta pequena conversa entravam no barco e iam para a parte coberta pois tinham a certeza de que começaria a chover daí a pouco.
Já estavam em alto mar quando o capitão foi a correr ter com eles.
- "Parece que vamos ter alguma turbulência, agarrem-se bem!" - gritava ele, quase inaudível por causa do som abafador da chuva.
O barco começou a abanar, e com ele também a mobília que se encontrava por ali. Thomas agarrava a donzela com todas as suas forças, tentando fazer com que ela não abalasse. Duas horas depois a turbulência parou e o barco manteve-se estável mas parecia que Katy não se sentia muito bem. Estava nauseada então abriu a janela e vomitou para o mar alto. Segundos depois podia ouvir-se um grito vindo do salão. Um peixe que, por mero azar, era atraído pelo cheio do vómito saltou, mordendo uma das mãos da princesa. Thomas correu rápido em direção à mesma, afastando-a da janela e retirando alguns dentes do peixe que tinham ficado cravados na carne da jovem menina. Logo pegava numa ligadura e, enrolando-a em volta da sua mão, fazia o sangue estancar.
Horas depois chegavam ao continente onde os pais dela a esperavam. Todos agradeceram a Thomas e entregaram-lhe a sua recompensa.
Logo voltou para a sua guilda onde iria descansar depois da sua missão.
Status:

Hp: 130/130
Mp: 260/320

Técnicas Utilizadas:


Nome: San Baria (酸·バリア, Acid Barrier)
Rank: C
Tipo: Defesa
Efeito:
Ataque: ~x~
Defesa: Até rank B
Suporte: ~x~
Alcance e Velocidade:
- Alcance: 4m, 360º graus.
- Velocidade: 20m/s
Duração: 2 posts
Gasto: 60 (+10 para manter)
Descrição: Estendendo os seus braços para o céu, paralelos um ao outro e formando uma espécie de triângulo com os dedos pulgar e indicador Thomas cria um circulo mágico que aparece por cima dele. Por cima do circulo mágico é invocada uma esfera de ácido que, à medida que os braços de Thomas vão baixando, se expalha por todos os lados, formando uma cupula ácida em volta do seu usuário.
Observações:
O ácido da barreira tem uma densidade maior, podendo formar assim uma barreira quase sólida.
O ácido invocado não é muito corrosivo, fazendo  com que quem toque na barreira sofra uma queimadura de primeiro grau ou, no caso de algo inflamável, comece a arder.
A barreira tem um diâmetro de 3m, seja na vertical seja na horizontal.


thanks lari @ cg!  


_________________
Thomas Ross
How much weight can carry a simple promise?
CG @

Ver perfil do usuário

10 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 3:44 pm

Miya T. Akiyama

avatar
Mestra da Guilda
Mestra da Guilda
Aprovada

-Peça sua recompensa no banco


_________________


Strong
Determination
Courage





Sekai de Ichiban Ohime-sama
The manipulative of Imagination and Illusions Miya Tenshi Akiyama Guild Master of Mermaid Hells


Ver perfil do usuário

11 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 4:43 pm


You can call me Hell


Missão:
Nome: Harassment At Party
Rank: C
Descrição: Em alguns dias irá acontecer uma festa da alta sociedade de Magnólia, todas as famílias ricas estarão lá. Um general da guarda, responsável do evento, teme que bandidos invadam a festa, e por isso, fez um pedido para a Sabertooth de que algum mago se habilite e vá ajudar na defesa da festa. Porém, o pedido foi secreto, então, deve-se fazer isto de forma sigilosa, formando uma identidade secreta na festa. Uma recompensa será dada ao mago que se habilitar, mesmo não sendo certeza que alguém irá invadir. E por favor, caso invadam, tentem ao máximo não deixarem os convidados perceberem.
Recompensa: 200.000 J
Thomas chegava no salão onde iria decorrer a festa, alguns minutos antes da mesma começar. Podia ver que os guardas já estavam por lá então mandava-os juntar perto de si.
- "Bom dia meus senhores, eu sou o mago da Sabertooth destacado para a missão. Os convidados ainda não chegaram então vamos decidir o que fazer. Vamos ter nomes de código, eu serei o Tigre." - dizia Thomas com alguma convicção.
Ao ouvir isto o General rapidamente tirava, de uma sacola que tinha às costas, lácrimas de comunicação.
- "É com isto que vamos comunicar durante a festa." - respondia o General.
Alguns minutos se passaram e os convidados começavam a chegar. Thomas estava posicionado na entrada, esperando ver alguém suspeito entrar. Era um baile de máscaras então dificilmente se saberia quem poderia atacar. Um casal vestido de vermelho com máscaras negras despertaram a atenção Thomas. Pareciam mexer em alguma coisa dentro das mantas com que cobriam o corpo.
O jovem mago ao ver aquilo parou-os imediatamente e confiscou-os. Ao ver que seriam descobertos, o casal juntava as mãos e a mulher, apoiada o braço do marido, começava a girar no ar, pontapeando o mago e consequentemente, partindo a lácrima de comunicação.
Não havia duvidas, eram eles. Thomas levantou-se rapidamente e socava os dois bandidos no peito, deixando-os atordoá-dos. Logo os agarrava pelas máscaras e levava para as traseiras do salão. Não teria ajuda dos soldados então teria de se servir da sua magia. Recuava 5 metros atrás, ficando a 10 metros dos oponentes. O casal, ao recuperar a consciência, retiravam 2 facas dos seus mantos e preparavam-se para a batalha.
- "Podem avançar." - dizia Thomas confiante de si mesmo.
Rapidamente o casal avançava, com as facas empunhadas, em direção ao mago. Este, estendendo os seus braços para o céu, paralelos um ao outro e formando uma espécie de triângulo com os dedos pulgar e indicador, criava um circulo mágico. Por cima deste circulo uma esfera de ácido era criada e estendida, criando uma cupula de ácido incolor em volta de Thomas. O casal, ao tocar no escudo, gritavam de dor ao sentirem a sua mão a queimar. Thomas ria e ria, como nunca tinha rido antes. Talvez a sua personalidade estivesse a mudar. Talvez agora gostasse de ver dor. O casal recuava e rebolavam no chão com a dor de terem as suas mãos queimadas. Thomas aproximava-se do homem e retirava-lhe a máscara. Após isso pontapeava-o e, criando uma esfera de ácido, projetáva-a contra a face do mesmo, queimando-a. O homem gritava de dor, mas era indiferente, o que já estava feito, já estava feito.
Logo atava os dois com uma corda que estava no chão e levava-os ao Guarda. Ninguém tinha suspeitado de nada então Thomas simplesmente voltava para a guilda, após receber a sua recompensa.
Status:

Hp: 130/130
Mp: 200/320

Técnicas Utilizadas:



Nome: Bōru san (ボール酸, Acid Sphere)
Rank: C
Ataque: 90
Defesa: -
Alcance e Velocidade:
- Alcance: 15m
- Velocidade: 20m/s
Duração: Imediata
Gasto: 60
Descrição: Thomas estende os seus braços paralelamente para a frente, fazendo uma espécie de triângulo com os dedos indicador e pulgar, criando um circulo mágico. Em frente deste circulo é invocado algum ácido que forma uma esfera. Com um impulso de braços a esfera ácida é projetada para a frente-
Observações:
O projétil tem 60cm de diâmetro e com a velocidade vai ficando cada vez mais fino até à sua cauda.
O ácido invocado está na forma liquida e não é muito corrosivo, fazendo apenas com que o alvo sofra uma queimadura de primeiro grau ou, no caso de algo inflamável, comece a arder.



Nome: San Baria (酸·バリア, Acid Barrier)
Rank: C
Tipo: Defesa
Efeito:
Ataque: ~x~
Defesa: Até rank B
Suporte: ~x~
Alcance e Velocidade:
- Alcance: 4m, 360º graus.
- Velocidade: 20m/s
Duração: 2 posts
Gasto: 60 (+10 para manter)
Descrição: Estendendo os seus braços para o céu, paralelos um ao outro e formando uma espécie de triângulo com os dedos pulgar e indicador Thomas cria um circulo mágico que aparece por cima dele. Por cima do circulo mágico é invocada uma esfera de ácido que, à medida que os braços de Thomas vão baixando, se expalha por todos os lados, formando uma cupula ácida em volta do seu usuário.
Observações:
O ácido da barreira tem uma densidade maior, podendo formar assim uma barreira quase sólida.
O ácido invocado não é muito corrosivo, fazendo  com que quem toque na barreira sofra uma queimadura de primeiro grau ou, no caso de algo inflamável, comece a arder.
A barreira tem um diâmetro de 3m, seja na vertical seja na horizontal.


thanks lari @ cg!  


_________________
Thomas Ross
How much weight can carry a simple promise?
CG @

Ver perfil do usuário

12 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 4:47 pm

Miya T. Akiyama

avatar
Mestra da Guilda
Mestra da Guilda
Aprovado


_________________


Strong
Determination
Courage





Sekai de Ichiban Ohime-sama
The manipulative of Imagination and Illusions Miya Tenshi Akiyama Guild Master of Mermaid Hells


Ver perfil do usuário

13 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 6:33 pm

Thomas Ross escreveu:

You can call me Hell


Missão:
Nome: Failure Tournament
Rank: B
Descrição: Haverá um torneio de magos na cidade de Magnólia. Somente os magos mais fortes das guildas irão participar. Porém, uma fraude foi encontrada no torneio, e uma Dark Guild é a responsável. Tendo isso em mente, o sistema de segurança esta pedindo sigilosamente esta missão para nossa guilda. O objeto é simples, a fraude ocorreu na estrutura da arena, várias lacrimas utilizadas como bombas foram implantadas. O mago que se voluntariar terá de ajudar os guardas a retirar as bombas de forma sigilosa antes que o torneio comece.
Recompensa: 300.000 J
Thomas tinha acabado de chegar em Magnólia, onde um torneio de magos iria decorrer. Somentes os magos mais fortes das guildas iriam participar, porém um mago de uma Dark Guild implantou várias bombas na arena. A missão de Thomas era retirar essas bombas sem que ninguém notasse, antes do inicio do torneio.
Thomas entrava na arena, onde encontrava um homem pequena de cabelos vermelhos e olhos verdes. Logo se aproximava dele.
- "Olá, o que estás a fazer aqui?" - perguntava ele, com uma cara simpática.
- "Eu estou tentando localizar as bombas..." - respondia ele.
- "Mas... como? Eu pensei que fosse só eu. Eu fui destacado para esta missão."
- "O meu mestre me mandou de ajudar. Eu sou o desarmador de bombas. Também criei um dispositivo localizador. Está aqui. Se encontrares alguma bomba chama-me que eu a desarmo" - dizia ele, dando-o a Thomas.
O jovem mago recebia o aparelho, acenava com a cabeça, num gesto de afirmação e logo começava a procurar. Aquele dispositivo tinha um ecrã, e neste apareciam três pontos vermelhos. No lado de trás estavam as instruções que diziam que os pontos vermelhos seriam as bombas. Mas o pior aconteceu...
Alguns segundos depois de localizar as bombas as nuvens ficaram cinzentas e começou a chover, estragando assim o dispositivo. Memória não era o forte de Thomas, então teria de procurá-las todas de novo. Começava a procurar pelas bancadas e logo encontrava a primeira bomba. Era pequena e tinha uma coloração esverdeada, com algumas luzes vermelhas por dentro. Podia ouvir-se uma espécie de "tic-tac" vindo daquela esfera. Thomas rapidamente a retirava e chamava o homem, que vinha a correr desarmá-la.
Thomas passou para o outro lado das bancadas e por sorte encontrou mais uma das bombas. O homem via que ele estava a mexer nos bancos e foi a correr para também desarmar esta. Só faltava uma, era a ultima.
O jovem mago saiu das bancadas e foi para o local onde decorreria a luta. Este estava tapado com areia. Seria o local perfeito para esconder alguma coisa. Thomas pontapeou o chão inúmeras vezes, até encontrar a ultima bomba. Rapidamente chamou o homem e este, ao ouvir, veio também desarmá-la.
A missão estava feita, e assim Thomas voltava para a guilda.

Status:

Hp: 130/130
Mp: 320/320



thanks lari @ cg!  


_________________
Thomas Ross
How much weight can carry a simple promise?
CG @

Ver perfil do usuário

14 Re: [Missões] ~ Thomas Ross em Sex Fev 07, 2014 7:45 pm

Yamato'

avatar
Andarilho
Andarilho
Aprovo.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum